segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Autografando


No lançamento cerca de 60 autores-participantes de diversos estados assinaram o livro. Além deles, participaram o escritor Moacyr Scliar, que escreveu o primeiro capítulo e Maurício de Sousa, responsável pela capa. Rosely Boschini (CBL), Hubert Alquéres (Imprensa Oficial do Estado de São Paulo) e Sérgio Valente (DM9 DDB) foram os presidentes das respectivas entidades que participaram do projeto que mobilizou centenas de escritores anônimos e renomados durante todo o mês em que o site ficou no ar. Larissa Cristine Gomes, de 11 anos, a mais jovem dos autores diz que caprichou muito na história para ser uma das escolhidas. “Essa foi minha primeira experiência como escritora. Tenho vontade de escrever mais histórias como essa”, diz. Sem saber como a história que começo a escrever terminaria, Moacyr Scliar disse que o resultado ultrapassou todas as expectativas. “Vários fatores levaram ao sucesso do Livro de Todos: a idéia é muito boa; foi tudo feito da maneira certa – usando a Internet; e o projeto tem atrás de si a Câmara Brasileira do Livro e a Imprensa Oficial do Estado de São Paulo”. Pelo sucesso que foi. Scliar acredita que o modelo possa ser adotado em todo o País a qualquer hora. A Presidente da CBL, Rosely Boschini, reforçou a tese de Scliar. “Se havia alguma dúvida entre a Internet e o livro impresso, essa se desfez aqui, com o lançamento do Livro de Todos, uma obra escrita com a participação de 173 internautas”. “O entusiasmo desses novos autores prova que as pessoas gostam sim de ler e de escrever e que basta darmos a oportunidade e resultados impressionantes como este do Livro de Todos aparecem”, comentou Hubert Alquerés, presidente da Imprensa Oficial. Sérgio Valente, presidente da DM9 DDB, disse que o livro é uma ótima idéia e idéias assim se realizam com a colaboração de todos. Sobre o lançamento, disse que “nunca uma sessão de autógrafos teve tantas assinaturas”. O Livro de Todos foi idealizado especialmente para esta edição da Bienal do Livro e escrito em um mês. Aso todos mais de 14 mil visitas ao site e 362 colaborações de 173 autores-participantes. Todos os textos enviados foram avaliados, selecionados e editados por uma comissão editorial da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, supervisionada pelo jornalista Almyr Gajardoni. Os visitantes da Bienal do Livro de São Paulo que passarem pelo estande da Imprensa Oficial podem adquirir o livro por R$ 5.

2 comentários:

asdf disse...

Shirlene, parabéns por essa conquista. Fico feliz por estar na grande fase da sua carreira. Sucesso moça...

Hugo Leonardo

Shirlene Álvares - Contadora de Histórias disse...

Obrigada, meu caro!