quarta-feira, 21 de maio de 2014

POEMA DE LUA

SILVA, Shirlene Álvares da

Fiz pra você um poema de Lua,
Dobrei o papel e guardei na carteira
Era pra ser um presente de enamorados
Era pra ser minha declaração de amor
Quando olhei pro céu em meio a uma tormenta
A Lua tinha minguado...
Você tinha partido
Foi-se meu namorado.
Olhei de novo...
A Lua tinha crescido
Senti no coração uma derrocada
Era a paixão batendo à porta
Pedindo arrego, querendo fazer morada
Eu disse não
Você calou-se,
E eu... vim pra cá
Tô sozinha
Tô pensando
Tô querendo
Falar, gritar, amar...
E só agora olhei pro céu, e senti o peito inflar
É que a Lua tá cheia, e as estrelas brilhando com ela
Mas, aqui o coração vazio e desejando você pra amar...
Fazer o quê?
Declamar pra você o poema que fiz
Da Lua e eu           
E o nosso medo de amar...

Goiânia, 21/05/2014, às 16h30min, no meu quarto
para Ney Pires Quatorze Polegadas
um homem que admiro por demais



Nenhum comentário: